Wulcan | Agência de Marketing Digital

Logo - Agência de Marketing Digital Wulcan

Geração de leads: as melhores técnicas de como gerar leads qualificados

Qualquer empresa que possui um negócio digital precisa trabalhar a geração de leads qualificados para obter êxito nas vendas. E não estamos só falando de vendas de um par de tênis, por exemplo. As estratégias de marketing digital que iremos apresentar podem ser utilizadas para vender produtos, serviços ou, simplesmente, levar mais acessos para qualquer item que você queira oferecer na internet.

Para começar, vamos esclarecer uma coisa: qualquer empresa que deseja ter sucesso na web precisa da geração de leads qualificados. Mas você sabe o que é um lead? Lead é um potencial cliente, alguém que já demonstrou algum interesse por aquilo que você está oferecendo. Os leads são capazes de oferecer dados essenciais para formar uma verdadeira rede de contatos qualificados. Com esses dados, você será capaz de oferecer conteúdo que guie essas pessoas para a conversão das vendas, estreita relacionamentos e mantém o público engajado e disposto a defender sua marca e até divulgá-la para outros.

Há diversas maneiras para geração de leads qualificados. Por isso, selecionamos 5 táticas, algumas bastante eficazes na hora de promover seu produto ou marca e obter sucesso na captura de dados.

Geração de leads qualificados com conteúdo relevante

Conteúdo não serve apenas para entreter. Um bom conteúdo, qualificado, tem o poder de mostrar ao público benefícios, soluções e ainda ser bom o suficiente para torná-lo assíduo de suas publicações.

Obviamente, é possível perceber que é necessário um bom investimento em conteúdo qualificado. Para tanto, algumas sugestões devem ser seguidas corretamente. Assim, o primeiro passo é atrair um lead. Essa pessoa está no primeiro estágio do processo de atração, chamado information stage. Nessa etapa, o consumidor está em busca de informação, e não necessariamente está disposto a comprar algo. Ele precisa entender seus anseios, necessidades de consumo e possíveis soluções.

Seu papel, aqui, será de conselheiro, um guia disposto a oferecer dicas e conselhos para o problema enfrentado pelo futuro cliente. Não saia de cara oferecendo o produto com uma solução imediata. Poderá acontecer de, em vez de atrair, acabar afastando o cliente. O processo de conquista é um pouco demorado, mas existe a necessidade de nutrir o lead. O esforço valerá a pena.

Onde está seu público?

Ok, as pessoas não vão aparecer do nada para ler o que você escreveu. Cabe a você fazer um pequeno esforço para descobrir onde essas pessoas estão, o que elas estão falando ou querendo saber. Então dê aquele empurrãozinho inicial e se aproxime com a sua atenção e cuidado.

Tudo que é feito na internet é passível de mensuração. Dessa forma, é possível encontrar ferramentas que o levem até o seu público. Uma das maneiras de encontrar pessoas é através de palavras-chave. O Google Ads é capaz de ajudá-lo a encontrar palavras ideais para tanto para monitorar quanto para produzir textos.

Aliás, isso é um capítulo a parte: existe uma disputa grande para utilização de palavras-chave na internet. Isso por que todo mundo está tentando anunciar algo, ou até mesmo vender produtos similares ao seu. Utilizar “tênis para corrida” somente é genérico demais e muita gente usa só isso. Que tal investir um pouco em palavras-chave de cauda longa? É possível trabalhar com “loja de tênis de corrida em São Paulo”, por exemplo. Mas não comece a criar composições tão longas que estejam longe do que as pessoas costumam buscar nas ferramentas de pesquisa.

Otimize os textos para gerar leads qualificados

Como já falamos, as pessoas vão usar o Google. E para que você tenha leads é necessário, primeiramente, ser relevante. Utilize técnicas de SEO, SEM e CPC.

O SEO (search engine optimization) se refere, como estivemos explicando, à inserção das palavras-chave que são de interesse do seu público dentro dos seus textos, para que as ferramentas de pesquisa consigam encontrá-las e levá-las até as pessoas nos resultados de busca.

Já o CPC (custo por clique) refere-se a um anúncio pago, mas com as palavrinhas necessárias e interessantes para levar as pessoas a clicarem em seu anúncio.

O SEM (search engine marketing) é um conjunto de técnicas que vão ajudar a promover seu site nas páginas de resultado dos buscadores (vamos falar delas mais a frente).

Abuse das imagens

Não é só de palavras que vivem as pessoas. O mundo está se tornando cada vez mais visual. Por isso, vídeos e imagens entre os conteúdos ajudam a despertar o interesse, além de quebrar a monotonia do excesso de texto. A quantidade de vídeos acessados e compartilhados ultimamente excede, em muito, todos os demais conteúdos buscados na internet.

Uma boa estratégia de conteúdo, então, precisa dosar de maneira ideal, os textos, vídeos e imagens. Isso ajudará, bastante, a atrair tráfego e gerar leads qualificados. No caso dos vídeos, uma boa iniciativa pode ser os tutoriais de uso do produto, uma vídeo-aula ou até uma propaganda divertida, pois não só o público brasileiro, como o resto do mundo, adora o humor (só tenha o cuidado em produzir algo leve e não ofender ninguém, ok?). Já para as imagens, procure utilizar fotos relacionadas ao uso do seu produto, bem como infográficos que possam explicar o uso ou exemplificar os benefícios dele.

Crie um blog

Essa parece ser a dica mais óbvia, mas ela tem uma explicação bem prática. Um blog faz com que as pessoas acompanhem a sua marca de perto, com atualizações constantes e linguagem leve.

Através do blog, o público percebe o quanto a marca está interessada em oferecer informações que poderão facilitar o dia a dia e demonstrar apreço pela preocupação do consumir.

Mais uma vez: nada de usar a ferramenta para vender ou oferecer uma oferta. Faça com que as pessoas se identifiquem com um problema e oriente-as para uma solução.

Além disso, o blog mantém seu site “em movimento”, já que ele apresenta conteúdo sempre renovado em um ambiente repleto de informações fixas (como a home, quem somos, etc.), fala de maneira mais próxima das necessidades das pessoas e ainda pode ser fonte de conteúdo para o seu mailing.

Clique aqui e confira 5 motivos para criar o blog corporativo da sua empresa.

Agora você já pode começar a geração de leads qualificados na sua empresa. Esperamos que as dicas tenham sido de grande ajuda! Continue acompanhando a gente e entre em contato quando precisar de mais informações.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *