Wulcan | Agência de Marketing Digital

Logo - Agência de Marketing Digital Wulcan

Suas ações de marketing digital não geram resultados? Saiba o motivo!

Dificuldades para entender por que suas ações de marketing digital não geram resultados? Descubra o que pode estar acontecendo!

Investir em marketing digital é quase sempre um momento de muita expectativa para as empresas. E com razão. Afinal, de fato esse tipo de medida pode trazer resultados significativos e surpreendentes.

Com isso, a empresa desloca um time ou contrata algum tipo de serviço para auxiliar na tarefa, injetando, muitas vezes, altas quantias de dinheiro para fazer o projeto rodar.

Porém, isso pode começar a preocupar quando as ações de marketing digital não geram os resultados esperados.

E é nesse ponto que algo muito arriscado pode acontecer:

O gestor, frustrado, não conseguir entender as razões do problema ou decidir que não irá mais investir no que não está dando certo.

Mas calma! Pode ser que o modo de execução não está adequado e que seja necessário “ajustar e apertar alguns botões” para solucionar o problema.

Se você está passando por isso ou algo parecido, este artigo vai te ajudar!

Para auxiliá-lo nesta importante identificação e na reversão de fatores que podem estar prejudicando seu sucesso com o marketing digital, elencamos a seguir alguns dos principais fatores que pesam no retorno das estratégias em torno dessa área.

Veja a seguir o que pode estar acontecendo quando suas ações de marketing digital não geram resultados e como resolver:

Sua empresa não definiu uma estratégia adequadamente

Várias coisas podem estar acontecendo. Desde campanha de SEO mal estruturada ou conduzida até problemas com frequência de publicações, adaptação de conteúdos e formatos, podem influenciar nos resultados que você obtém com seu trabalho de marketing.

Para iniciar qualquer trabalho de marketing digital é preciso de uma boa definição e diagnóstico de “onde a empresa se situa”, como se comporta, o que deseja atingir e quais as ações adequadas.

Isso porque esse processo não é uma simples “propaganda”, e, em um mundo de consumidores altamente conectados, não é mais possível trabalhar com a mesma mentalidade como se costumava pensar no marketing tradicional de antigamente.

É preciso utilizar dados, inteligência, profundo conhecimento do negócio e do mercado de potenciais clientes, dos concorrentes e demais fatores importantes para a montagem de uma jornada de compras atraente e definição de ações eficazes dentro dela.

Dentro da metodologia inbound os processos são organizados, baseados em dados e informações estruturadas, briefing detalhado e planejamento das etapas e do funil de vendas, para saber como agir e em que momento investir em determinada ação, através de qual canal e assim por diante.

Apenas fazer ações e propaganda sem planejar pode ser um desperdício de dinheiro, tempo, recurso e energia.

Dentro da metodologia inbound é preciso pensar estrategicamente cada etapa. Isso parte de autoconhecimento, organização, escolha de ferramentas adequadas e domínio desses mecanismos, para que a “engrenagem” do marketing funcione corretamente.

É a união de esforços, expertise, decisões com base em dados e recursos.

Seu site apresenta problemas ou não oferece a melhor experiência para o usuário

Pode ser que você não tenha pensado nisso. Mas é um fator de extrema importância. Muitas ações de marketing digital convergem para que o cliente chegue até a empresa.

Se a “casa não estiver arrumada”, ou seja, se a presença digital atual for insatisfatória ou o site, por exemplo, seja mal estruturado ou oferecer uma experiência ruim, essa empresa certamente está deixando de converter muitos visitantes em leads.

Uma boa estratégia de marketing digital inclui pensar em todos os fatores.

Inclusive no seu site e em todos os pontos de contato entre a marca e o consumidor no mundo digital.

Isso porque, à parte as questões básicas de design, atratividade, experiência do usuário e boa navegabilidade (vale apontar, aqui, a importância de um site que seja adaptado para dispositivos móveis), o site também precisa ter um conteúdo estruturado, bem explicado e otimizado em questões de SEO para conquistar um bom posicionamento no ranking do Google.

Sua empresa ainda não deu tempo necessário para o retorno

Caso esteja tudo ok com a estratégia e o problema parecer persistir, é importante pensar no planejamento e no tempo esperado para retorno do investimento.

Antes de começar a pontuar possíveis motivos mais diretos, é fundamental esclarecer uma coisa. Pode ser que apenas aparentemente suas ações de marketing digital não estão gerando resultados.

Preste atenção a esse fator.

Se você estiver realizando essas ações sozinho ou se sua equipe de marketing interna não tiver preparo, conhecimento ou prática suficiente com ferramentas de dados e métricas, pode ficar mais difícil descobrir os verdadeiros indicadores.

Em primeiro lugar, é importante ter em mente a estratégia. Existem determinadas ações que fazem parte do mix de marketing digital que naturalmente apresentam retorno de médio a longo prazo.

É o caso, por exemplo, de um trabalho bem feito de SEO e marketing de conteúdo. Pode demorar um tempo para uma marca conquistar os primeiros resultados do ranking orgânico do Google. Diferentemente de uma estratégia de links patrocinados no Google Ads, que já podemos esperar a geração de leads em curto prazo, por exemplo.

Então, muito cuidado: abandonar um investimento pode ser um grande erro!

Sua empresa não conseguiu construir autoridade ainda

E aqui entra um importante componente: o conteúdo, alinhado com as técnicas de otimização necessárias para uma boa indexação e ranqueamento, pode ser um excelente aliado na construção de autoridade.

Mas calma que esse sim pode ser um fator que leva em conta a questão de tempo. Para se conquistar um bom tráfego orgânico, sua empresa precisa construir os pilares e fornecer o “combustível” da estratégia, o que significa trabalhar continuamente para que ela se estabeleça como referência.

Disponibilizar materiais relevantes com periodicidade e criar engajamento é um dos pontos que merecem bastante atenção.

Sua empresa já faz isso? Publica com frequência e de forma coerente? Se sim, o problema então pode ser outro, como trazemos mais abaixo.

Sua empresa não “dialoga” com os interesses de seus leads

Aqui entra uma importante pergunta na sequência: sua empresa está disponibilizando material útil e diferenciado?

Potenciais consumidores têm praticamente uma infinidade de opções na internet, isso sem falar das distrações. Se a forma como você os aborda não é útil, dificilmente conquistará a atenção deles por mais tempo.

Se você publica algo pelo qual eles não vão se interessar ou em um formato que não chame a atenção, seu esforço pode ser em vão.

Procure estudar sua persona e o que é mais interessante para elas. Não confie apenas em “intuição”. Siga as indicações do que seu público-alvo quer receber, em consonância com o que sua empresa pode oferecer.

Seu material não está otimizado para SEO

Pode ser que sua empresa produza um bom material, se preocupa em entender se ele está em conformidade com as demandas do seu público e busque disponibilizá-lo com frequência.

Mas lembre-se: todo conteúdo na internet é diferente.

As pessoas consomem conteúdo na web de forma mais rápida e é preciso sempre pensar de que modo a apresentação dessas informações poderá ser otimizada para melhores resultados nesse tipo de meio.

Sua equipe não trabalha de forma integrada

Por fim, cabe ressaltar esse fator, que pode ser um dos mais importantes. Se todo o trabalho de marketing digital estiver planejado para dar certo, pode ser necessário redobrar a atenção na integração dos times.

E para isso nem estamos falando especificamente de um time de marketing, no caso das empresas que muitas vezes ainda não têm um responsável por essa área internamente.

Mas um time de vendas ou mesmo um vendedor, ao receber leads qualificados, precisa saber trabalhá-los e dar continuidade ao processo.

Imergir a equipe (de vendas ou comercial) nessas estratégias, ajudá-la a operar ferramentas e interpretar dados e a classificar e tratar adequadamente os potenciais consumidores nas etapas posteriores é uma forma eficaz de garantir que os leads/contatos não cheguem na empresa e fiquem simplesmente “parados” ou se “dispersem” sem a sequência adequada.

Por isso precisa haver um trabalho importante de captação, atendimento e nutrição dos potenciais clientes em todas as etapas, para que nenhuma fique descontinuada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *